Google+ Luz para os povos sudoeste, igreja em celulas Melhor ser usado ou aprovado? ~ Luz para os Povos Ministério Apostolico-Sudoeste

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Melhor ser usado ou aprovado?





Texto base: Mt 7:22-23

Durante a vida que levamos em uma comunidade congregacional, costumamos nos apegar a rituais, a estereótipos, a "pré-conceitos" estabelecidos por nós, por líderes, pela igreja em si. A partir daí começamos a estabelecer condutas que concluímos como sendo corretas e que vão e estão, na nossa concepção, sendo aprovadas por Deus. 

Em Oséias 6:6 diz: "eu não quero seus sacrifícios, eu quero o seu amor. Eu não quero as suas oferendas, eu quero que você me conheça". Tantas vezes nos sacrificamos para que quando formos pregar, dirigir o louvor da igreja, orar no início de um culto, haja unção, poder de Deus. Queremos descer do púlpito e escutar: "Nossa irmão, que unção". Não estou dizendo que buscar isso seja errado, muito pelo contrário, isso é necessário. A busca incessante por isso sai do propósito quando se torna uma obsessão, quando sentimos que buscamos isso para uma satisfação própria, para um reconhecimento. Isso reflete um ego em ação.

O culto é para Deus, a nossa ministração, a nossa oração, tudo dEle, por Ele e para Ele, e não pra nossa realização "espiritual", para nossa satisfação. O problema de estarmos buscando isso e agindo dessa forma, é estarmos em engano com aquilo que é Deus e com o que Ele quer de nós. Há diferença em sermos usados e sermos aprovados por Deus. Não é porque você ora e as pessoas são curadas, o culto que você prega tem unção e poder de Deus, acontece profecia, que isso significa o resultado da aprovação por Deus.


Precisamos querer ir além de um reconhecimento aos olhos dos homens como sendo pessoas usadas por Deus, ungidas. Por que, como disse, isso não é sinal de estar sendo aprovados por Deus. Que o anseio do nosso coração seja conhecer mais a Deus e que as pessoas ao nosso redor sejam tocadas e mudadas pelo Deus que age em nós sim, mas que venhamos priorizar e desejar muito mais ter o coração como o dEle e que a Sua aprovação venha estar realmente em nós, em todos os nossos atos e pensamentos.


"Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade". Mt 7:22-23



Por: Carolina Fernanda
 Igreja Luz para Os povos- Sudoeste




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More