Google+ Luz para os povos sudoeste, igreja em celulas IPVA 2010: Dicas Para Pagar o Tributo Sem Imprevistos ~ Luz para os Povos Ministério Apostolico-Sudoeste

domingo, 31 de janeiro de 2010

IPVA 2010: Dicas Para Pagar o Tributo Sem Imprevistos




(06-01-10) - Todo o começo de ano é a hora de enfrentar aquele tributo chamado IPVA (Imposto sobre a propriedade de Veículos Automotores). Se você é aquele proprietário que programa as suas contas e tem dinheiro guardado, uma boa saída é usar a cota única, em alguns estados o desconto é acima de 10%.

Cada Estado utiliza um critério próprio de descontos. Existem casos de isenção para veículos zero quilômetro. Outra variação que incide no tributo é referente à utilização do automóvel e o tipo de combustível que ele usa. Em todas as situações a parcela é calculada de acordo com o valor do automóvel. Quanto mais valioso for o veículo, maior o tributo.

O WebMotors oferece aos usuários do Programa Agenda do Carro um benefício exclusivo. Além dos avisos sobre a manutenção do seu carro, o proprietário do veículo pode receber informações sobre os dias de vencimento do IPVA, do Seguro Obrigatório ou do financiamento. A mesma regra serve para quem é integrante da Agenda da Moto.

O que acontece se eu rodar sem pagar o IPVA?

Se você deixar de pagar o imposto são cobrados multa fracionada dia-a-dia, até o limite máximo de 20%, e juros de 1% ao mês. O comprovante de pagamento do IPVA não substitui o documento de licenciamento do veículo. O CRLV (Certificado de Licenciamento do Veículo) só será entregue pelo Detran com o pagamento do IPVA efetuado. Sem o documento regularizado você pode ter o seu automóvel apreendido.

Quando o DPVAT (Seguro Obrigatório) vence?

A lei determina que o Dpvat deve ser pago anualmente com a cota única ou primeira parcela do IPVA. O veículo que não paga esta taxa poderá ter os mesmos problemas com a fiscalização indicados acima, pois não será considerado devidamente licenciado.

Acompanhe as dicas por Estado:

Acre:
Pagamento antecipado (cota única) 10%
Variação entre 1% e 2%
Início da cobrança em 29 de janeiro
Secretaria de Estado da Fazenda – Acre -

Alagoas:
Pagamento antecipado (cota única) 10%
Ônibus, microônibus e caminhões: 1%
Motocicletas: 2%
Automóveis: 2,5%
Início da cobrança em fevereiro
Secretaria de Estado da Fazenda – Alagoas -

Amazonas:
Pagamento antecipado (cota única)10%
Variação entre 1% e 3%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria de Estado da Fazenda – Amazonas -

Bahia:
Pagamento antecipado (cota única) 10%
Pagamento no vencimento (cota única) 5%
Variação entre 1% e 2,5%
Início da cobrança em março
Secretaria de Estado da Fazenda – Bahia -

Ceará:
Pagamento antecipado (cota única) 5%
Variação entre 1% e 2,5%
Início da cobrança em fevereiro (desconto – janeiro)
Secretaria de Estado da Fazenda – Ceará -

Distrito Federal:
Pagamento antecipado para veículos sem débitos (cota única) 5%
Variação entre 1% e 3%
Início da cobrança em 1º de abril (desconto – janeiro)
Secretaria de Estado da Fazenda – Distrito Federal -

Espírito Santo:
Pagamento antecipado (cota única) 5%
Automóveis de passeio: 2%
Caminhões, ônibus, motocicletas e veículos de carga: 1%
Início da cobrança em abril
Secretaria de Estado da Fazenda – Espírito Santo -

Goiás:
Pagamento antecipado – não existe desconto
Isenção para zero quilômetro
Ônibus, microônibus, caminhão e veículos aéreos e aquáticos de passageiros ou de carga: 1,25%
Motocicletas, motonetas e automóveis de passeio com potência de até 100 cv a alíquota é de 2,5%
Utilitários: 3,45%
Para automóveis com mais de 100 cv: 3,75%
Início da cobrança em fevereiro
Detran – Goiás -

Maranhão:
Pagamento antecipado – não existe desconto
Variação entre 1% e 2,5%
Início da cobrança em fevereiro
Secretaria da Fazenda – Maranhão -

Mato Grosso do Sul:
Pagamento antecipado (cota única) 10%
Motocicletas com motor abaixo de 150 cm³: 1%
Automóveis, caminhonetes e utilitários: 2,5%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Mato Grosso do Sul -

Mato Grosso:
Pagamento antecipado (cota única) 5%
Motocicletas com motor abaixo de 180 cm³, ônibus, microônibus e caminhão: 1%
Automóveis, caminhonetes e utilitários: 2,5%
Automóveis de passeio, carga ou mistos com motor de até 1-litro: 2%
Motocicletas com motor acima de 180 cm³ e abaixo de 300 cm³ e outros utilitários: 3%
Motocicletas e motonetas como motor acima de 300 cm³ ou até 600 cm³, jipes, picapes e caminhonetes: 3%
Motocicletas acima de 600 cm³: 3,5%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Mato Grosso -

Minas Gerais
Pagamento antecipado – não existe desconto
Automóveis: 4%
Automóveis de locadoras, microônibus e ônibus: 1%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Minas Gerais -

Pará
Pagamento antecipado pode chegar até 15% para quem não teve infrações
Alíquota varia entre 0,5 e 2,5%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Pará -

Paraíba
Pagamento antecipado: 10%
Alíquota varia entre 1% e 2%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria de Estado da Receita – Paraíba -

Paraná
Pagamento antecipado: 5%
Alíquota varia entre 1% e 2,5 %
Início da cobrança em fevereiro
Secretaria de Estado da Fazenda – Paraná -

Pernambuco
Pagamento antecipado: 5%
Caminhões e ônibus: 1%
Motos: 2 %
Automóveis: 2,5%
Início da cobrança em março
Secretaria da Fazenda – Pernambuco -

Piauí
Pagamento antecipado: 15%
Alíquota varia entre 1% e 2,5%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Piauí -

Rio de Janeiro
Pagamento antecipado: 10%
Automóveis e caminhonetes flex: 3%
Automóveis e caminhonetes a gasolina: 4%
Utilitários: 3%
Carros a álcool, motocicletas e ônibus: 2%
Carros elétricos ou movidos a gás natural, caminhões e táxi: 1%
Carros para locação: 0,5%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria da Fazenda – Rio de Janeiro -

Rio Grande do Norte
Pagamento antecipado: 5%
Ônibus, caminhões, cavalos mecânicos e veículos com capacidade igual ou superior a 3.500kg: 1%.
Motos e similares com capacidade volumétrica de 200 cm³: 2%
Automóveis, caminhonetes, microônibus, buggie e jet ski: 2,5%
Início da cobrança em fevereiro
Detran – Rio Grande do Norte -

Rio Grande do Sul
Pagamento antecipado: 3%
Varia entre 1% e 3%
Início da cobrança em abril
Detran – Rio Grande do Sul -

Rondônia
Pagamento antecipado: 10%
Varia entre 1% e 3%
Início da cobrança em janeiro
Detran – Rondônia -

Roraima
Pagamento antecipado: 10%
Varia entre 1% e 3%
Início da cobrança em janeiro
Detran – Roraima -

Santa Catarina
Pagamento antecipado: 10%
Varia entre 1% e 2%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria de Estado da Fazenda – Santa Catarina -

São Paulo
Pagamento antecipado: 3%
Carros a gasolina, bicombustíveis ou picapes cabine dupla: 4%
Carros a álcool ou a gás: 2%
Utilitários de cabine simples, ônibus, microônibus e motocicletas
Caminhões: 1%
Início da cobrança em janeiro
Secretaria de Estado da Fazenda – São Paulo -

Sergipe
Pagamento antecipado varia de 10% a 20% dependendo do modelo
Alíquota varia de 1% a 2%
Vencimento de acordo com a dezena final da placa do carro
Detran – Sergipe -

*As Secretarias dos estados do Amapá e de Tocantins não informaram as alíquotas e o prazo das datas de recolhimento

DERRAPAMOS: Falamos que outra implicação é que, em caso de ocorrências de trânsito, você sempre será o culpado, mesmo que o erro tenha sido do outro condutor। Texto devidamente atualizado.
Texto: Rodrigo Samy
Fotos: Divulgação/Reprodução

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More