Google+ Luz para os povos sudoeste, igreja em celulas 2010 ~ Luz para os Povos Ministério Apostolico-Sudoeste

Vende-se uma Tenda

Mais informações Falar com Ronaldo (92 92622970)

Ajude-nos a construir o nosso templo

Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês.Lucas 6:38

Officina Vip Conserto de Roupas e Lavanderia

domingo, 5 de dezembro de 2010

A Morte de Cristo.


Texto : Mt 27: 45-54.

Objetivo: Que a célula entenda o verdadeiro propósito da morte de Cristo.

Introdução : A morte de Cristo tem um significado especial , para muitos essa morte não tem nada de notório, mas a Bíblia nos traz informações tremendas sobre o mais importante acontecimento de todos os tempos.



1-Cristo morreu uma morte incomum.
Houve trevas.
Houve terremotos.
Houveram sepulcros abrindo e muitos ressuscitaram.

2-Cristo morreu pela vontade de Deus. Em Rm 8:32 diz “ aquele que não poupou seu próprio Filho, antes, por todos nos o entregou...”, a morte de Cristo tem um sentido, é o de se colocar no nosso lugar. A condenação da Cruz era para nos.

3-Sua morte foi o sacrifício perfeito que agradou a Deus.  Hb 9:13-14 Deus nos perdoa a partir do sacrifício de Cristo.

4- Sua morte liberou vida sobre nós. Is 53:3-6 Através do sacrifício de Jesus na cruz liberou sobre nós saude, prosperidade e o mais importante, a vida eterna com Deus.

Ministração: a) Ore por quebrantamento, coloque uma musica de adoração ao fundo.
                     b) Pergunte se alguém entendeu que a morte de Cristo foi no nosso lugar.
                     c) Peça a todos para confessar essa verdade, todos em voz alta: “Eu creio que Cristo morreu no meu lugar para pagar o preço dos meus pecados. O sangue de Jesus foi derramado por mim, afim de ser aspergido na minha alma, deixando ela mais branca do que a neve. Creio que Deus liberou para mim através do sacrifício da cruz : saude, prosperidade, bênçãos, quebrou maldições e me deu a vida eterna. Obrigado Jesus”
                     d) Faça uma oração de agradecimento a Deus pela sua vitoria na cruz.

Por: Pr Rodrigo
Luz para os Povos Ministério Apostolico-Sudoeste

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Voltando a Criação Original.





Texto : Gn 1:26-28, Rm 5:12



Objetivo: a) Que a célula entenda o plano original de Deus e seu resgate através de Cristo.

Introdução : Quando entrou o pecado no mundo, também entrou a morte e o plano original de Deus para a humanidade foi roubado pelo inimigo, mas Deus providenciou a saída para esta situação levando Jesus a Cruz e fazendo com que aquele que cresse voltasse para este plano original. Então há hoje um convite para quem quiser voltar ao plano original do Senhor. No Éden havia algumas coisas que Deus criou para o homem:

1-Havia santidade. Adão e Eva eram perfeitos em inocência e pureza, não havia roubo, mentira, inveja, assassinato, etc.

2-Havia autoridade. O homem foi criado para dominar a natureza e o que se vê hoje são os vícios dominando o homem, o cigarro, a bebida alcoólica, a maconha, os remédios controlados dominam o homem e este muitas vezes não consegue viver sem o vicio.

3-Havia comunhão com Deus. O Senhor visitava Adão todos os dias na viração (quando o sol estava se pondo). Com a entrada do pecado o homem se tornou inimigo de Deus, pois em Tiago 4:4 diz “qualquer que quiser ser amigo do mundo se torna inimigo de Deus”.

4-Havia prosperidade e paz. O Éden era o habitat do homem e esse lugar tinha tudo, um jardim, arvores frutíferas, rios que o banhavam e muito mais. Com a entrada do pecado e da morte nasceram cardos e abrolhos, ervas daninhas que destruíram o jardim e com isso o homem teve que trabalhar com aflição para sustentar sua casa.

5- Mas Jesus é a arvore da vida. Em Apocalipse 22:1-5  o Apostolo João diz que não haverá mais maldição no céu e quem quiser comer da arvore da vida.



Ministração : a)Pedir a cada um para escrever num papel o que a pessoa sabe que o inimigo roubou dela, Ex, paz, autoridade, amizade, comunhão com Deus, prosperidade, alegria, família e outros.
                      b)Apresentar diante de Deus esses papeis em oração ( peça a toda a célula para fazer um clamor)
                      c) Pergunte se alguém quer comer da arvore da vida, que é Jesus Cristo. E faça um apelo. 
 Por: Pr Rodrigo

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

As Cinco Características do Evangelho


Texto : 1Co 15:1-2

Objetivo: Que a célula conheça os benefícios do evangelho e que possam pratica-los.

Introdução : A Palavra de Deus é maravilhosa e tem o poder de transformar vidas, mas ela deve ser pregada e ouvida, entendida e praticada, para que se obtenha seu efeito real, por isso temos que entender algumas características do evangelho de Deus.

1-A palavra evangelho quer dizer “boas noticias”. Você deve receber muitas más noticias em um dia, se assistirmos ao noticiário ou lermos um jornal eles estarão recheados de más noticias, fora aquelas que ouvimos das pessoas com quem trabalhamos, mas hoje você esta recebendo as boas noticias do evangelho: Cristo morreu na cruz em seu lugar e todo a maldição foi cancelada.

2-O evangelho deve ser recebido. Existem pessoas que ao ouvirem uma boa noticia ou um elogio não acreditam, mas se receberem aquilo pode mudar a sua vida, da mesma forma é o evangelho de Cristo. Precisamos abrir o coração para a Palavra de Deus.

3-Devemos perseverar no evangelho. Não podemos desistir de buscar a Deus, de vir na célula, de ir a Igreja aos domingos, de lermos a Palavra, temos que perseverar e lutar contra o desanimo.

4-O evangelho traz salvação. A salvação não vem de sacrifícios, mas vem da fé no evangelho de Cristo.

5-O evangelho não pode ser em vão. Quando Jesus estava na cruz havia dois ladroes com ele também em uma cruz, um deles pediu que Jesus se lembra-se dele quando entrasse em seu reino, mas o outro blasfemou e não creu em Deus e morreu sem Cristo.

Ministração : a) Pergunte quem gostaria de receber boas noticias.
                        b)Conte que Cristo morreu em seu lugar,  ressuscitou,  venceu a morte e chama-o hoje para a salvação, que é a vida eterna com Deus no céu.
                        c)Faça um apelo e ore com eles.

domingo, 7 de novembro de 2010

Você é a terra!



Texto : Gl 6:7-8

Objetivo: a) Levar a célula a compreender a lei da semeadura e refletir sobre o que colheu e o que plantou no passado.
                b) Mostrar que a Palavra de Deus é a boa semente que devemos semear para a vida toda.
                c) Mostrar o plano de salvação visto nessa ótica, que Jesus foi a semente que morreu para que nos pudéssemos viver.


Introdução : A lei da semeadura não pode ser negada, tudo passa por ela e o sábio é  aquele que aprende a usa-la de maneira correta. A Palavra de Deus é a boa semente que precisa ser plantada no coração de todos para termos uma grande colheita.

1-     Somos a terra que recebe a semente. Somos chamados em Mateus 13,  na parábola do semeador (contada por Jesus) de terra , em que Ele, que é o semeador, nos separa como terra infrutífera ou terra fértil.

2-    Somos chamados para ser terra fértil. Terra infrutífera é a que ouve e não pratica a Palavra de Deus e fértil é a que ouve e pratica. 

3-     Selecionamos a semente que brotará. Quando jovens e adultos passamos a escolher se aceitamos a semente que nos é plantada ou refugamos essa semente.

4-    Existe uma semente eterna. Deus quer plantar em nós uma semente eterna chamada Jesus, através de sua entrega a Ele e a Sua Palavra. 1Jo 2:25 “ E esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna.”


“Nada nos separa mais de Deus do que a nossa própria vontade.”
                                                                                                                    John L. Manson

Por Ev Rodrigo
Luz Para os Povos Ministério Apostólicos

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O nascimento da alegria !



Texto : Gn 21:1-7
Objetivo: a) Ensinar a célula que a verdadeira alegria vem de servir a Deus.
                b) Combater a tristeza e o desanimo nas pessoas.
Quebra gelo: Pergunte a cada um qual foi o melhor dia da vida deles.
Introdução: Neste mundo obtemos mais noticias ruins do que boas, mas Deus chamou a cada um para ser um evangelista, e isto significa em seus termos originais “mensageiro de boas noticias”. Deus tem boas noticias para a humanidade.
1-      Deus quer trazer um milagre onde há esterilidade e velhice. O Senhor abençoou a Sara que era estéril e lhe deu Isaque. Hoje muitas áreas na nossa vida estão estéreis, como:
a) Área emocional: tristeza, depressão, iras, pânico e medo.
b) Área conjugal: divorcio brigas e traições, esterilidade.
c) Área financeira: dividas credores, fome e injustiça.
d) Área espiritual: incredulidade, espíritos malignos, etc.
2-      Deus quer trazer alegria onde há tristeza. O nome de Isaque significa “riso”, e Sara sorriu quando teve seu filho, o Senhor prometeu grandes milagres ao seu povo desde que tivessem fé Nele.
3-      Deus trouxe seu filho amado para termos alegria. Jo 10:10. Jesus veio trazer as boas noticias através de sua morte e ressurreição, trazendo paz, alegria, cura, prosperidade e salvação.
4-      A verdadeira alegria é servir a Deus. Andar com Deus é muito bom, não existe um povo mais feliz na Terra do que o povo de Deus.
Ministração : a) Conte testemunhos de vitoria da sua vida.
                       b) Ore com todos quebrando as tristezas.
                       c) Peça a todos para se abraçarem e falar palavras de benção uns aos outros.
                       d) Faça um apelo e convide ao Encontro com  Deus.
Por: Ev Rodrigo
Luz Para os Povos Ministério Apostólico

sábado, 23 de outubro de 2010

Família Projeto Eterno de Deus




Texto: Gênesis 2:18-24

Objetivo: a)Fazer a célula conhecer o plano original de Deus para a família.
                b)Convidar aqueles que foram destruídos emocionalmente a participarem do amor de Deus derramado através da família da Igreja.

Introdução: O plano de Deus sempre foi a comunhão em família, mas o inimigo tentou destruir isso desde os primórdios, atacando a primeira família e trazendo sobre o homem os caminhos de morte, e fazendo com que pessoas fossem destruídas emocionalmente e espiritualmente, mas a Igreja foi levantada para destruir essas obras e através do amor de Deus recuperar os quebrantados.

1-Você não foi feito para se sentir só. Deus criou Adão e lhe deu uma esposa para que não se sentisse só.

2-Você foi criado para amar e se sentir amado. Adão e Eva eram feitos um para o outro, se completavam. E hoje há um sentimento de carência do afeto familiar entre as pessoas, e isso é canalizado de uma forma errada, onde pessoas procuram preencher esse vazio buscando outras alternativas como o sexo sem compromisso, o materialismo, a dedicação total a sua profissão, mas nada substitui o afeto familiar, a não ser o amor de Deus derramado.

3-A família deve ser santa (“santo” quer dizer separado). A família foi criada sem o pecado, sem a vergonha, mas hoje vemos os pais envergonhados por causa dos filhos, os filhos se envergonhando por causa dos pais. Deus quer uma família separada dos prazeres do mundo, do pecado, da vergonha.

4-Deus criou outra família chamada Igreja. Esta família também deve ser santa e estar em comunhão uns com os outros, adotando aqueles que estão sem família e ensinando a serem família.
  
“Não há como se amar a Deus sem amar as pessoas, nem há como amar as pessoas sem amar a Deus”
 
Ministração : a) O líder e o co-líder devem orar e derramar o amor de Deus sobre as pessoas
                        b)Peça uns aos outros que orem juntos e crie um clima de comunhão ( Se quiser cante a musica “Você tem valor”

Por: Ev Rodrigo
Luz Para os Povos Ministério Apostólico

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A Desobediência a Palavra de Deus e suas Conseqüências

 
Objetivo:a) Explicar que os problemas das pessoas são causas do não cumprimento da Palavra de Deus.
               b) Sugerir a mudança de vida através de 2Cr 7:14.

Quebra-gelo : pergunte as pessoas da célula o que elas fariam se um filho desobedecesse.

Introdução: A desobediência a Palavra de Deus é o mal que a humanidade tem feito para colheita dela própria, sendo que o papel da Igreja é levar o esclarecimento para os homens que há uma lei do plantio e que se houver obediência ao Senhor, Ele nos livrara das pragas e dos inimigos, portanto veremos algumas conseqüências da desobediência do povo de Israel na época dos Juizes.

1-Invasão dos inimigos. Hoje a desobediência atrai a maldição. Em Pv 26:2 diz “Como o pássaro no seu vaguear, e como a andorinha no seu vôo, assim a maldição sem causa não vira.”, mas se houver a brecha ela vai cair sobre a pessoa.

2-Destruição da semeadura. Tudo aquilo que ajuntamos um dia poderá ser roubado Jo 10:10 diz “ pois o ladrão vem para roubar matar e destruir.”

3-Miséria. Esta condição pode vir de varias maneiras: miséria financeira, miséria familiar, miséria emocional, etc. Os inimigos roubaram os mantimentos dos israelitas.

4-Falta de controle. Deus mandou que o homem vigia-se o seu jardim no Éden, isso denota que  o homem tem um controle sobre suas coisas (família, finanças, bens, etc.), e que nessa perda de controle, nessa invasão o homem perde seu controle e vem o desespero, onde busca saídas como as drogas, o álcool, ou até mesmo foge, abandonando sua família.
Qual é a saída para esta situação ?

Em 2Cr 7:14 está escrito “ Se o meu povo que se chama pelo meu nome se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.”

O Senhor é o Deus do impossível, Ele poderá livrar-nos dos nossos inimigos e nos dar a colheita que precisamos.

“Se alguém me ama, obedecerá a minha palavra”

Por: Ev Rodrigo
Luz Para os Povos Ministério Apostólico

 

                                                                       Jesus

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Lista de Evangélicos Eleitos - Eleições 2010

 
A Frente Parlamentar Evangélica no Congresso Nacional encolheu para o período 2011-2014. Se eram mais de 40 parlamentares até a atual legislatura, o número para começar a nova legislatura ano que vem não deve ultrapassar a casa dos 30 parlamentares. Apenas a "Bancada Assembleiana", por assim dizer, teve aumento.

Na legislatura de 2003-2006, ocorreu o recorde de deputados federais assembleianos eleitos: 22. Na legislatura seguinte (2007-2010), esse número caiu drasticamente para 5 deputados federais. Agora, após o pleito de ontem, houve um significativo aumento: haverá 12 deputados federais assembleianos na próxima legislatura.

Abaixo, veja a lista dos deputados federais evangélicos com eleição confirmada até às 7h da manhã de hoje, segundo dados do TSE. Entre parênteses, a posição de cada um entre os mais votados em cada Estado. Os deputados da "Bancada Assembleiana" aparecem com seus nomes em destaque e respectivos números de votos. Na lista, não constam os candidatos eleitos ligados à Igreja Universal, e que divergem em algumas questões defendidas pela Frente Parlamentar Evangélica. O destaque da Universal, mais uma vez, foi o senador Marcelo Crivella, reeleito senador como segundo mais votado no Rio de Janeiro, com 3.332.886 votos.

Evangélicos com eleição confirmada para deputados federais para legislatura 2011-2014:

São PauloMarco Feliciano (12º - 211.803 votos);
Paulo Freire (24º, 161.083 votos);
Missionário José Olimpo (26º - 160.813)
Marcelo Aguiar (57º - 98.842).

Rio de Janeiro
Garotinho (1º - 694.862);
Eduardo Cunha (5º - 150.616);
Arolde de Oliveira (13º - 99.457);
Filipe Pereira (14º - 98.280);
Benedita (30º - 71.036);
Washington Reis (9º - 138.811);
Liliam Sá (43º - 29.248).

Espírito SantoLauriete (8º - 69.918 votos)

Distrito FederalRonaldo Fonseca (7º - 67.920)

GoiásJoão Campos (7º, 135.968 votos)

ParáZequinha Marinho (7º - 147.429 votos)

PernambucoPastor Francisco Eurico (5º - 185.870 votos)

ParanáTakayama (14º - 109.895 votos);
André Zacharow (20º - 101.579)

AmazonasSilas Câmara (4º - 126.688 votos)

Sergipe
Pastor Heleno (6º - 61.598)

Rondônia
Nilton Capixaba (3º - 32.016 votos)

ParanáEdmar Arruda - (61.309 votos)

Fonte: CPAD News

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pr. Silas Recebe Carta de Integrantes do PT e Responde

No programa Vitória em Cristo exibido no dia 11 de setembro deste ano, o pastor Silas Malafaia sugeriu que os telespectadores assistissem ao vídeo do Pr. Paschoal Piragine (http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI) sobre as eleições 2010. Nele, Piragine criticou o PT e pediu aos internautas para não votarem em nenhum candidato do partido.

A repercussão foi tão grande que, até o fim da tarde desta sexta-feira (17/09), o vídeo postado no youtube já havia sido assistido por mais de 1,6 milhão de pessoas. O fato motivou integrantes do Partido dos Trabalhadores a enviarem uma carta ao pastor Silas Malafaia, alegando: "Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão."

Em resposta, o pastor Silas Malafaia saiu em defesa do vídeo e afirmou em carta enviada aos integrantes do PT: "Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que virão por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar."

Leia abaixo, na íntegra, a carta enviada pelo PT e, em seguida, a resposta do pastor Silas Malafaia:

CARTA ENVIADA POR INTEGRANTES DO PT

“Prezado Pr. Silas Malafaia

Graça e Paz!

Somos evangélicos e tomamos conhecimento da Vossa orientação no programa exibido em 11/09/2010, para que os expectadores assistissem ao vídeo do Pr. Paschoal Piragine, que pede aos cristãos não votar nos candidatos do Partido dos Trabalhadores do qual fazemos parte.

O Pr. Paschoal Piragine é bastante conhecido e o temos como uma pessoa íntegra que esteja considerando que as informações que possui contra o PT sejam realmente verdadeiras. Entretanto, trata-se de afirmações que não correspondem com a realidade.

Diante do conteúdo vídeo, gostaríamos de esclarecer que:

Não é verdade que um parlamentar do PT não pode descumprir uma deliberação coletiva do partido por uma questão religiosa ou de foro íntimo. Veja o que diz o inciso XV do art 13 do estatuto do PT:

“Art. 13. São direitos do filiado:
XV – excepcionalmente, ser dispensado do cumprimento de decisão coletiva, diante de
graves objeções de natureza ética, filosófica ou religiosa, ou de foro íntimo, por decisão da
Comissão Executiva do Diretório correspondente, ou, no caso de parlamentar, por decisão
conjunta com a respectiva bancada, precedida de debate amplo e público.”

Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT, o que os levou a mudarem de partido.

Não é verdade que o PT possui uma orientação pela legalização do aborto. Em seu IV Congresso, o PT modificou a resolução que falava de aborto e estabeleceu para o atual programa de governo da Dilma o seguinte texto: “Promover a saúde da mulher, os direitos sexuais e direitos reprodutivos: O Estado brasileiro reafirmará o direito das mulheres ao aborto nos casos já estabelecidos pela legislação vigente, dentro de um conceito de saúde pública”.

O Plano Nacional de Diretos humanos é elaborado pela sociedade por meio dos conselhos de diretos humanos com a participação do governo federal, mas não é uma novidade do governo Lula. O primeiro plano foi publicado através do Decreto número 1.904, de 13 de maio de 1996, e o segundo através do Decreto número 4.229, de 13 de maio de 2002. Em todos eles estão presentes assunto polêmicos ligados com a sexualidade. Diante disso seria um equívoco afirmar que todos os méritos e deméritos do PNDH 3 é de responsabilidade do governo Lula ou do PT.

O conteúdo apresentado no vídeo não corresponde, portanto, com a realidade do que está sendo defendido pelo PT. Podemos pegar os posicionamentos do PT e comparar com o conteúdo do vídeo e observaremos que não existe veracidade. Um exemplo bastante claro é a questão da pedofilia. Não conhecemos nenhum parlamentar, de nenhum partido político, ou algum grupo social que defenda a pedofilia. Atribuir uma acusação dessa natureza ao PT é de extrema injustiça.

Até o dia 13/09/2010 já houve mais de um milhão, duzentos e cinquenta mil acessos ao vídeo disponibilizado na internet. Diante desses fatos nos sentimos extremamente injustiçados e pedimos que os esclarecimentos fossem veiculados em seu próximo programa.

Desde já agradecemos um retorno.

Na Graça de Deus!

Gilmar Machado
Candidato a Deputado Federal – PT/MG – Igreja Batista Central de Uberlândia
Isaac Cunha
Candidato a Deputado Estadual – PT/BA – Primeira Igreja Batista
Joaquim Brito
Candidato a Vice-Governador de Ronaldo Lessa - PT/AL – Igreja Batista do Pinheiro
Walter Pinheiro
Candidato ao Senado – PT/BA – Igreja Batista da Pituba
Wasny de Roure
Candidato a Deputado Distrital – PT/DF – Igreja Batista do Lago Norte”


RESPOSTA DO PR. SILAS MALAFAIA

“Sr. Geter Borges e Candidatos do PT,

Já que vocês me enviaram um e-mail apresentando defesa do Partido dos Trabalhadores em relação às questões que o pastor Paschoal Piragine levanta, gostaria de contraditar a argumentação de vocês. Antes de fazê-lo, quero deixar bem claro que não tenho restrições pessoais ao PT ou a qualquer outro partido. Os meus questionamentos têm a ver com os princípios que defendo, independente de partidos políticos. Esclareço também que sou amigo pessoal de Walter Pinheiro. Em duas eleições passadas, eu o ajudei. Já o citei várias vezes em meu programa de TV como exemplo de cristão na política. Ele tem a liberdade de usar a minha imagem na sua campanha, o que permito de maneira muito restrita a pouquíssimos candidatos.

Vamos aos fatos:

1. O deputado que saiu do PT, saiu por ter posição cristã contrária aos princípios do partido. E se não saísse, seria expulso.
2. O PT está na vanguarda da defesa do aborto e da PL 122. Estes são fatos reais, verdadeiros. Inclusive, no último dia antes do recesso parlamentar no senado no ano de 2009, se não fossem os senadores Magno Malta e Demóstenes Torres, a líder do PT teria aprovado na calada da noite, por voto de liderança, a PL 122. Isto é uma vergonha, e vocês querem que a liderança evangélica fique quieta!
3. O PNDH3 foi enviado ao congresso pelo Sr. Presidente da República no dia 21/12/2009, e a vergonha é que, nesse documento, em vários pontos, só houve recuo em alguma coisa devido à pressão violenta da igreja católica. O PNDH3, sim senhor, é responsabilidade do governo Lula e do PT.
4. Lamento dizer, mas a verdade absoluta é que os princípios cristãos são inegociáveis para nós. Quanto a isto, o PT está do outro lado. Quero ser franco e honesto: eu só não entrei de cabeça na campanha do Serra, porque também não vi nele garantias de respeito a esses princípios. Nas duas vezes em que fui convidado para participar de audiências públicas pela Comissão de Constituição e Justiça, na primeira vez, que foi sobre a questão do aborto, os deputados que estavam defendendo a legalização do mesmo, eram do PT. Na segunda vez, no Estatuto das Famílias, os deputados do PT estavam defendendo a inclusão dos homossexuais a fim de beneficiá-los na adoção de crianças. Esta é a verdade nua e crua.

Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que virão por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.

Um forte abraço!

Na paz de Cristo,

Silas Lima Malafaia”

Que Futuro Voce Deseja




Na Paz Amados Irmãos em Cristo e todos aqueles que ainda não tem a Jesus em seu coração, não poso passar essa semana sem falar um pouco do que vamos viver neste domingo dia 03/10 com um passo muito importante para todos. Porque importante? Porque pode trazer novas leis que vai influenciar a vida dos Cristãos e até dos impios, aqueles que não crêem em Jesus. Leis essas que serão implantadas por dois candidatos se eles vencerem a eleição, estou falando de Dilma e Serra, a lei da mordaça, a lei pl 122 que vai trazer limitações Cristãs ao País, quero ser mais franco: perseguição Cristã como já tem em mais de cinqüenta Países, e muitas outras leis e mudanças na constituição. Como Cristão não poderemos falar dos princípios de Deus pois traz poder ao inimigo e aos beneficiados dessas leis, inclusive aqueles que não são filhos de Deus ainda sofreram com essas novas leis. Como Cristão devemos estar atentos e vigilantes com tudo isso que esta prestes acontecer em nosso País. Pense e vote em um candidato que é temente a Deus e não vá atrás de pesquisas ou de promessas que não tem fundamento. Peço que ore e peça a Jesus para lhe mostrar o que deves fazer e em quem votar, clamando para que Jesus comande esse País e não o diabo. Pense em sua família e em seus filhos e tudo que pode acontecer ao futuro com essa eleição para o nosso País. Mais informações sobre essas leis você encontra no meu blog na pag. Inicial e na pag. Das ultimas noticias, no fim de cada pag vá para postagens mais antigas até encontrar postagens das leis. Ore conosco e uma boa votação e deixe Jesus comandar seu coração.
Por:www.intercessoresdabrecha.blogspot.com

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Tá a fim de namorar? leia isto

1014 Coisa boa é namorar! Quem já não sofreu de “apaixonite” aguda? Quem já não sentiu um nó na garganta e as mãos suadas ao trocar um olhar com a pessoa por quem o coração bate incontrolável? Existe um momento na vida de todos nós que namorar é quase uma obsessão. Tenho doces recordações do meu tempo de namoro.

Namorar é maravilhoso! É impossível casar sem namorar. É nesta fase da vida que duas pessoas irão se conhecer, trocar confidências, abrir o coração um ao outro, preparando-se para uma definitiva vida a dois. Este desejo é legítimo e realizá-lo torna-se imprescindível para o casamento. Foi Deus quem marcou o primeiro encontro dos enamorados, foi Deus quem ascendeu à lua, orquestrando os pássaros, e preparando todo o cenário para o primeiro casal de apaixonados. Deus se alegrou quando viu os olhares lânguidos do primeiro casal. Ele ficou feliz em ver os rostos dos apaixonados se iluminarem pelo amor. Sorrindo, Deus os abençoou.

Namorar é preciso! No entanto em busca deste necessário e legítimo desejo, muitas pessoas encontram sofrimento e decepção. Na aspiração de realizar sonhos e encontrar a felicidade algumas se tornam amarguradas e feridas; enquanto outras abusam, usam e se aproveitam dos corações vulneráveis. Como, então, evitar complicações futuras?

Nasci em Petrópolis, Rio de Janeiro; lá existem muitos poços, onde aprendi a nadar com meu pai. Papai me ensinou uma simples, sabia e essencial verdade para nadar e sair vivo de um poço. Nunca mergulhe num poço sem antes dar uma “nadadinha” primeiro. Descubra se o poço é fundo, se existem pedras no fundo. Quem pula de cabeça num poço pode acabar morrendo.

Este conselho simples se aplica muito bem no namoro. Todo aquele que “pular de cabeça” numa relação, sem conhecer a fundo com quem esta se relacionando, analisando os prós e os contras, pode acabar se ferindo gravemente. O difícil é controlar o desejo e ter o bom senso de dar a “nadadinha”. A tendência de todos nós é mergulhar com a “cara e a coragem”. “Estou amando! Encontrei o homem/mulher da minha vida”, afirmamos imediatamente, partindo “pra cima” praticamos uma intimidade sem volta, crescente e perigosa. A Palavra de Deus, sabiamente afirma em Provérbios 6:27

“Tomará alguém fogo no peito, sem que as suas vestem se incendeiem? Ou andará alguém sobre brasas, sem que se queimem os seus pés?” Provérbios 6.27

Muitos dissabores e mágoas seriam evitadas se o sábio conselho de meu pai fosse obedecido.

Outro ponto crucial é que a vida nos sinaliza quando algo não vai bem. A febre é um “sinal” nos alertando que alguma coisa está errada dentro de nós. O ranger constante de um carro que não consegue dar partida, também é um “sinal” de que o carro vai acabar nos deixando no meio do caminho. A desobediência aos alertas que recebemos ao longo da vida produz problemas que poderiam se evitados. Jesus afirmou:

“Chegada à tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está avermelhado; e, pela manhã: Hoje, haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Sabeis na verdade, discernir o aspecto do céu e não podeis discernir os sinais dos tempos?" (Mateus 16:2-3).

É possível prevenir crises e encontrar o amor da sua vida. Para isto, basta apenas dar ouvidos a "certos sinais”, que soam como um "despertador”, nos alertando dos perigos. Ao ouvir, entender, e obedecer estes "sinais de alerta”, você pode escolher um outro caminho, fazendo pequenas mudanças. Desta maneira, levar seu namoro a um seguro caminho de amor. Eu aprendi desde cedo que todos os aspectos da vida são influenciados pelas escolhas que faço. As circunstâncias e acontecimentos da vida são muitas vezes uma "sacudidela" para nos despertar. Somente chegaremos ao fim da jornada se acordamos e mudarmos de rumo. Quando teimosamente continuamos no mesmo caminho e atitude, a despeito dos sinais de alerta para mudarmos de rumo, certamente teremos experiências amargas e desastrosas.

Provavelmente a maioria de vocês assistiu ao filme "Titanic". O experiente capitão do Titanic recebeu seis avisos de alerta. Os avisos diziam para ele viajar mais devagar, mudar o curso, pegando a rota mais ao sul, onde as águas eram mais quentes, evitando assim os icebergs. Ele ignorou teimosamente todos os avisos de alerta. Como ele era o capitão, ele pensou, "Este navio nunca afundará!" Então, ouviu-se um estrondo pavoroso, e o gigante e poderoso navio atingiu uma enorme montanha de gelo. Ele afundou rápida e desastrosamente. Quem não muda de rumo quando recebe um sinal de alerta é candidato ao desastre. Quem muda o curso de sua vida quando avisado pode evitar o desastre e celebrar a viagem.

Este é um tremendo princípio que podemos aprender do Titanic. E este é também o maior de todos os segredos para fazer com que o amor dure para sempre. Esteja atento aos sinais de alerta da sua caminhada; dê ouvido a estes sinais; abra bem os olhos para enxergar estes avisos. Assim, você poderá mudar de rumo rapidamente, sem comprometer sua felicidade.

No entanto, quando estamos apaixonados, muitas vezes, nossos ouvidos ficam fechados aos inúmeros sinais de alerta que a própria relação nos oferece. Vejamos alguns sinais de alerta que afirmam que a relação precisa ser repensada.

* O rapaz grita com a mãe. Ele vai gritar com a esposa.

* Existe um descontrole financeiro no namoro, vai haver no casamento.

* O namoro os afasta da vida com Deus.

* Ele é violento.

* Ela não permite que ele converse com outras meninas.

* A paixão causa sofrimento, é doentia.

* Alguém não se dá com a própria família ou com a do outro.

* Um dos dois não é cristão.

* Um dos dois não se envolve com a igreja.

* A intimidade está indo longe demais.

* Culpa

* Discussões constantes

A lista é imensa. Certamente, enquanto você lê este artigo os “sinais de alerta” já estão despertando a sua consciência. Muitos apaixonados perdem o bom senso. Eles fecham os ouvidos e os olhos para estes sinais, quando acordam é tarde demais. O que começa errado acaba errado.

Caro leitor vá devagar, não “mergulhe de cabeça” numa paixão desenfreada ou você pode se dar mal. Ouça os sinais de alerta a sua volta! Mude de rumo, ou você vai “afundar”. O desejo de Deus é a sua total felicidade. Permita que Ele guie a sua vida amorosa. Ilumine os seus passos com a luz da Sua Palavra. Busque a Sua amorosa direção e na dúvida não ultrapasse.

Autor: Pr. Silmar Coelho

sábado, 29 de maio de 2010

A oração de Jabez

oracao I Crónicas 4.9-10.

O nome de uma pessoa representava muito na cultura hebraica. Jabez significa "der" ou "o que causa dor". Todavia, podemos dizer c seguinte sobre ele: Primeiro, sua mãe deu a luz com dores. Isto significa que já chegou ao mundo com dificuldades. Segunde, ele foi mais ilustre que seus irmãos, pois resolveu mudar sua condição de dor para ser uma pessoa ilustre diante de Deus. Terceiro, teve seus territórios aumentados. Quarto, teve a mão do Senhor com ele. Quinto, Deus lhe concedeu o que tinha pedido.

1 - Sua oração é a expressão de seu desejo espiritual. a-Ele sentiu necessidade de orar e buscar a Deus. b-Ele sentiu confiança, prazer, esperança e orou com fé.

2 - Sua oração visa tocar o sobrenatural de Deus.

a-Jabez pede a Deus que o abençoe muitíssimo.

b-Benção na Bíblia significa a concessão do favor sobrenatural de Deus.

3 - Sua oração buscava alargar seus termos ou suas fronteiras.

a-Isto significa pedir a Deus prosperidade e conquista. Prosperidade é tudo aquilo que

acrescenta, que aumenta, que multiplica.

b-Quando alguém busca o Senhor de todo coração (com sinceridade), Ele acolhe ao

necessitado.

4 - Jabez pediu que "a mão de Deus fosse com ele''.

a-A mão de Deus significa a presença do Espírito Santo em todos os momentos. A mão de

Deus é um termo bíblico que traduz o poder e a presença de Deus na vida de Seu povo.

Josué 4.24 e Atos. 11.21.

b-Jabez reconheceu sua própria fraqueza. É como ele assim falasse: "Pai, faça isto por mim,

porque eu não posso fazer sozinho!".

c-A mão foi feita para tocar. Deixe Deus tocar em você agora. Eembre:se Deus tocou em

Jabez.

5 - Jabez reconheceu que poderia ser atingido pela aflição.

a-Aflição significa estar agoniado, angustiado, atormentado, inquieto, ansioso, preocupado. Estes sintomas são maus e machucam o ser humano. Jabez não queria mais passar pela dor. A aflição é uma dor na alma. E alma só pode ser curada pelo Senhor Jesus quando cremos nas suas palavras. Mateus 6 25-33.

6 - Deus concedeu a Jabez o seu pedido.

a-Deus ama os seus filhos e tem prazer em abençoa-los. I João 5.14-15. João 3.16. b-Suas misericórdias (seu cuidado) se renovam a cada manhã. Lamentações 3.22-23.

7 - Jabez foi colocado em seguida numa posição de honra.

a-Jabez foi um homem como outro qualquer, todavia confiou em Deus e recebeu muitas

bênçãos.

b-Deus provê tudo porque Ele age no sobrenatural. Sobrenatural significa buscar a Deus

incessantemente pela fé. Hebreus 11.1.

c-Deus é poderoso para fazer infinitamente mais. Efésios 3.20-21.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A beleza da Duvida

duvida

“E te lembrarás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar e provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não. E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de toda palavra que sai da boca do SENHOR viverá o homem. Nunca se envelheceu a tua roupa sobre ti, nem se inchou o teu pé nestes quarenta anos. Sabes, pois, no teu coração que, como um homem disciplina seu filho, assim te disciplina o SENHOR teu Deus”

(Deuteronômio 8: 2-10)

"Assim o Senhor deu aos israelitas toda a terra que tinha prometido sob juramento aos seus antepassados, e eles tomaram posse dela e se estabeleceram ali ... De todas as boas promessas do Senhor à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram".

(Josué 21:43)
"Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos".
(Hebreus 11:1)

Existe uma beleza em não saber onde se vai chegar. Não saber ao certo o destino que se vai alcançar. Não ter a certeza do tempo certo em que nossos sonhos vão se realizar. Não conseguir antever, até mesmo, se um dia os planos que fizemos irão acontecer.

Sim, existe uma beleza na dúvida. Existe uma beleza na incerteza do futuro. Existe uma beleza em não saber exatamente o que está por vir. Pode até não parecer, mas é essa hesitação frente aos acontecimentos vindouros que transforma o preto e branco da existência no colorido da vida. É o presente da existência ornado com o perfume, o sabor e a cor do dom da vida.

Deus não se contentou apenas com nossa existência. Ele quis que nós não apenas existíssemos, mas vivêssemos. Por isso, Deus permitiu que existissem dúvidas e incertezas em nossa jornada...para que a vida pudesse ser verdadeiramente vivida. Do contrário, a vida não seria vivida, mas cumprida, pois seguiríamos um roteiro hermético e previsível, onde não haveria espaço para a surpresa. E onde não há surpresa, não há lugar para lágrimas e sorrisos; não há lugar para a dor e alegria. Onde não existe surpresa, não existe espaço para a verdadeira vida.

Imagine se Deus nos permitisse conhecer todos os passos que iríamos percorrer. Imagine se Ele nos concedesse saber, de antemão, tudo aquilo que nos sucederia. Se assim fosse, passaríamos pela vida sem ter vivido; teríamos apenas existido. Viver é experimentar, é vivenciar, é conhecer. Viver é sentir, é sofrer, é suportar. É rir e chorar. É errar e aprender; crescer e amadurecer. É descobrir os outros e descobrir-se. É surpreender o próximo e surpreender-se. Viver é saber que a qualquer momento tudo pode mudar, ou simplesmente tudo pode ficar como está. É lutar para que o pior possa melhorar. É conservar o melhor para que não venha a piorar. Viver é saber que existe sempre um elemento novo ainda desconhecido prestes a fazer nosso coração bater mais forte, seja de alegria, seja de tristeza. Viver é saber que o amor e a dor podem até passar, mas o coração continua. Viver é continuar seguindo em frente mesmo sem ter certeza de onde se vai chegar.

Contudo, para continuarmos seguindo em frente, precisamos de uma bússola que nos assegure de que estamos no caminho certo. Precisamos de algo que nos direcione, que nos norteie, que nos mostre a direção. Precisamos de segurança. Foi assim que aconteceu com o povo hebreu em sua jornada no deserto, quando foi liberto por Deus da escravidão no Egito.

Nessa época, todo o povo era cativo de Faraó. Tal opressão só terminou com o aparecimento de Moisés, que foi o homem levantado por Deus para libertar o povo e para conduzi-lo à terra prometida. Acontece que, entre a promessa e a realização da promessa, havia um hiato imenso: uma longa viagem de quarenta anos de peregrinação no deserto. A similaridade desse acontecimento com a nossa vida não é mera coincidência. De fato, entre a promessa e a realização da promessa, Deus sempre nos conduz por uma ponte de aprendizado. E o deserto é uma de suas pontes prediletas.

Deus é assim: antes de cumprir uma promessa, Ele geralmente nos coloca no deserto, porque é nas dificuldades do deserto que eu e você aprendemos a exercer a confiança genuína nEle. Algumas vezes, em nossa caminhada no deserto, Deus nos leva à mais alta das montanhas para que possamos ver como somos pequenos. Outras vezes, Deus nos leva ao mais profundo dos vales para que possamos enxergar como somos frágeis.

O deserto é a ponte que Deus mais gosta de usar para ensinar, provar e sondar o nosso coração, pois nós só conseguiremos crescer verdadeiramente se enfrentarmos nossos medos. É no calor do deserto que aprendemos a conviver com a dor. É na solidão do deserto que somos obrigados a renunciar aos nossos próprios interesses. É na insegurança do deserto que percebemos como somos fracos e vulneráveis. É no abandono do deserto que Deus nos revela seu amor e nos trata. É morrendo de fome no deserto que experimentamos que podemos viver não só de pão, mas de toda Palavra que procede da boca de Deus. É através da sede que sentimos no deserto que compreendemos como é fácil se iludir com as miragens que nossos olhos juram ver. É na homogeneidade da paisagem do deserto que entendemos como somos propensos a nos perder quando não temos um ponto de referência.

Quando não se tem um ponto de referência, tanto faz virar à direita ou à esquerda. Tanto faz seguir em frente ou voltar atrás. Pois, sem um ponto de referência, tudo é igual; não existe direção: o caminho vira descaminho, e a verdade, mentira. Sem um guia, estamos perdidos; não chegamos a lugar algum.

É por isso que Deus não nos abandona no deserto: porque Ele sabe que, sem Ele, estamos perdidos. Se não fosse por Ele, jamais chegaríamos a ver a realização da promessa; caminharíamos eternamente em círculos. Tropeçaríamos em nossos próprios passos, sem nunca conseguir atravessar a ponte. Deus sabe que, sem Ele, nada somos. Deus sempre nos ajuda a atravessar a ponte do aprendizado providenciando um jeito único de nos guiar, porque Ele conhece a nossa fragilidade e a nossa incrível tendência em se perder.

Para o povo hebreu em sua jornada no deserto, Deus foi adiante deles numa coluna de nuvem para guiá-los durante o dia e, de noite, numa coluna de fogo para iluminá-los. O fogo iluminava a escuridão e mostrava o caminho a ser seguido durante a noite; a nuvem aliviava o causticante calor do sol durante o dia. E o interessante é que a Bíblia diz que Deus, durante a caminhada no deserto, nunca retirou de diante do povo a coluna de nuvem e a coluna de fogo; nunca deixou de guiá-lo e protegê-lo. E assim também é conosco.

Contudo, quando não vemos as coisas acontecendo no sentido daquilo que Deus nos prometeu, menosprezamos as colunas de nuvem e de fogo. Achamos que Ele nos abandonou e chegamos a duvidar até mesmo da promessa que um dia Ele nos fez. Quando as promessas de Deus parecem demorar demais, não conseguimos mais enxergar qualquer beleza na dúvida. Pelo contrário, transformamos sua beleza em ingratidão, em murmúrio, em falta de fé. Deixamos nos levar pelo que os nossos olhos estão vendo, e não pela promessa que ouvimos da boca de Deus. Enfim, deixamos que a beleza da dúvida chame mais atenção que a beleza e a certeza da fidelidade de Deus.

Se esse é o seu caso, se você está deixando que a beleza da dúvida te faça duvidar da certeza da fidelidade de Deus, lembre-se: Deus é livre e fiel. Ele não precisa de qualquer circunstância favorável para nos mostrar que está ao nosso lado, cuidando de nós. Para Deus, o empenho de sua palavra deve nos bastar. A promessa de Deus deve nos ser suficiente, pois Ele não é homem para mentir. O que Deus promete, Deus cumpre, ainda que as circunstâncias o acusem de omissão, de esquecimento e de abandono.

Por isso, se você está passando por um deserto, não desanime. Pois assim como Deus protegeu, acompanhou e dirigiu os israelitas em sua viagem à Terra Prometida, Deus há de proteger, acompanhar e dirigir você! Não estamos no deserto à toa. Foi Deus quem nos colocou lá, para que, antes de vermos a realização da promessa, possamos aprender a viver em sua dependência.

Quando não estiver conseguindo enxergar, olhe para a coluna de fogo iluminando o seu caminho. Quando estiver se sentindo perdido e sem direção, olhe para a coluna de nuvem a te guiar. Quando a noite estiver fria, deixe o calor de Deus te alentar. Quando estiver se sentindo sufocado em meio ao calor intenso do deserto, acalme-se e respire o ar puro de Deus. Quando estiver quase desistindo, lembre-se que Deus não desistiu de você. Traga à sua memória apenas aquilo que pode te trazer esperança. Agarre-se à promessa. Não deixe que os seus olhos e as circunstâncias à sua volta te façam desanimar de caminhar. Antes, permita que a fé em Deus e a esperança em sua promessa te façam avançar.

Só nesse momento entenderemos que não importa tanto saber para onde se vai, mas sim com quem se vai. Não importa saber onde está a terra prometida, mas quem a prometeu. Não importa saber o destino, mas sim quem está te dirigindo. Não importa aonde os seus passos vão te levar, mas sim se é Deus que está te levando. Em nossa jornada com Deus no deserto, é caminhando que se faz o caminho. Não existem mapas. A direção é diária. É um dia de cada vez. É uma noite de cada vez. Portanto, olhe para a coluna de nuvem e de fogo que Deus tem colocado diariamente ao alcance da sua visão.

Deus quer que vejamos e vivamos a promessa, mas Ele também quer que atravessemos a ponte do aprendizado. Nunca se esqueça de que a beleza da dúvida está em aprender a confiar em Deus quando nossos olhos ainda não conseguem ver a realização do que Ele prometeu. A beleza da hesitação está em ter certeza da fidelidade de Deus quando tudo à nossa volta permanece incerto. A beleza de não saber onde se vai chegar é poder chegar a qualquer momento, quando menos se espera. Por isso, alegre-se: o deserto é a ponte que Deus usa para te levar ao que Ele prometeu. E você pode estar a apenas um passo de entrar na terra prometida. Não desista agora. Você pode estar mais perto do que imagina.

Por Fernando Khoury

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Tabela de Jogos da Copa do Mundo 2010

tabela da copa 1

tabela da copa 2 

tabela da copa 3

tabela da copa 4

terça-feira, 11 de maio de 2010

AMARRANDO OS ESPÍRITOS

jesus_expulsando

Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu (Mateus 18.18).

Cada um é responsável pela liberdade que o diabo tem ou não de agir em sua vida. Somos nós que, em Nome do Senhor Jesus, “amarramos” ou liberamos as forças espirituais. Esse entendimento pode fazer uma revolução em você. Então, prepare-se para paralisar aquilo que o tem perturbado.

Poder para fazer as mesmas obras de Jesus – Sempre questionei o fato de o Senhor, em Seu ministério terreno, ter operado maravilhas e repreendido os demônios, os quais Lhe obedeciam, e de, hoje, Seus seguidores não demonstrarem ter esse mesmo poder. Pensava acerca de Jesus ter sido enviado para nos ensinar a fazer a obra de Deus e ter dito que quem nEle cresse faria as mesmas maravilhas que Ele fazia. Ainda menino, eu vibrava com o que lia nas Escrituras e sentia que eu também podia realizar aquilo; no entanto, ensinavam-me a ser paciente, a esperar em Deus. Enquanto isso, algumas situações pareciam fora de controle. Os males vinham, causavam certa destruição e, depois, tudo acalmava. Por quê? Era a pergunta que eu fazia.

Nossa responsabilidade – Quando aprendi, por meio das palavras do Mestre, que, na Terra, temos autoridade para “amarrar” ou “desamarrar” algo, que, no mundo espiritual, ficará do jeito que determinarmos, compreendi que somos os responsáveis pela liberdade que o maligno tem ou não de interferir em nossa vida. Comecei, então, a usar essa faculdade que, como crente em Jesus, foi-me outorgada, e, logo, começaram a aparecer os resultados.

Não direi a você que experimente fazer isso, mas, sim, que o faça. Entre na presença do Senhor em oração, acerte-se com Ele, caso esteja em pecado e, em seguida, usando o Nome de Jesus, ordene ao espírito, por trás do mal que o esteja fustigando, que seja “amarrado” e saia da sua vida.

Certa vez, a mãe do Senhor e Seus irmãos foram até o local em que o Mestre estava “amarrando” os espíritos, a fim de prendê-lO. Todos achavam que o Filho de Deus estivesse louco, inclusive seus parentes (Marcos 3.21). No entanto, Ele não somente “amarrou” os demônios, como também advertiu: Ninguém pode entrar na casa do valente para roubar-lhe os bens, sem primeiro amarrá-lo; e só então lhe saqueará a casa (Marcos 3.27), ou seja, tirará tudo de ruim.

Assuma sua posição em Cristo e acabe com a farra do inimigo. Isso funciona agora, aí mesmo onde você está. Tome uma posição neste momento e passe a desfrutar a vida abundante do Senhor Jesus.

domingo, 2 de maio de 2010

Prepare-se para ser bem sucedido

k1134334

Texto: SaImo l

Objetivo: Prosperidade a luz da palavra, confronto ao pecado e santidade.

Introdução: A Bíblia é recheada de sabedoria e neste salmo têm umas para adquirir prosperidade e sucesso, alguns conselhos para que nós cheguemos à plenitude da vida e conquistemos com temor a Palavra do Senhor, então veremos nele o que atrai a miséria:

l - Andar segundo o conselho dos ímpios. Todo conselho que não bate com a Palavra de Deus é um risco para seu sucesso e muitos na hora de uma dificuldade ou duvida com relação a algum assunto pedem conselhos as pessoas diversas e o salmo nos orienta a não fazer isso, mas procurar primeiramente na Palavra de Deus. Ai vai alguns conselhos que devemos nos afastar deles:

· Pague na mesma moeda

· Não adianta você tentar porque "fulano" já fez e não deu certo.

· Igreja é só para arrancar dinheiro de você.

· Esse sofrimento é seu destino mesmo.

· Se Deus existisse Ele já teria resolvido seu problema.

· E outros.

2- Deter-se no caminho dos pecadores. Isso também atrai a miséria por que o pecado custa caro, ai vai

alguns exemplos de pecado que comem seu dinheiro e moral:

· Alcoolismo.

· Tabagismo.

· Drogas em geral.

· Prostituição.

· Pornografia. -

· Gula.

· Inveja.

3- Assentar-se na roda dos escarnecedores. Isso também atrai a demônios de miséria. Da sua boca sai vida ou morte, pobreza ou riqueza e assim as palavras também são um plantio. Devemos evitar alguns tipos de grupos na vida: Grupo das piadas indecentes. Grupo dos fofoqueiros. Grupo dos murmuradores. Grupo dos derrotados. Grupo dos rebeldes.

4- Devemos meditar na Palavra. Tirar a nossa mente de outras coisas que não edificam é procurar a prosperidade e Deus faz uma promessa a todos os que assim procederem (versículo 3 ).

terça-feira, 20 de abril de 2010

Seja Como Águia

imageTexto Base: Rm 12:2

“E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”

A águia é uma ave que chega viver até 70 anos. Mas, Para chegar a essa idade, ela tem de tomar uma séria e difícil decisão por volta dos 40 anos. Nessa idade, ela está com as unhas compridas e flexíveis, não conseguindo mais caçar suas presas para se alimentar: seu bico alongado e pontiagudo já está curvo; suas asas estão apertando contra o peito, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas: e voar já está se tornando uma terfa difícil! Então, a águia só tem duas alternativas: morrer...ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias.

Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e recolher-se em um ninho próximo a um paredão, onde ela não necessite voar.

Após encontar esse lugar, a águia começa a bater com o bico contra a rocha até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E somente depois de cinco meses ela sai para seu famoso vôo de renovação. E poderá viver, então, por mais uns trinta anos.

Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos despreender de lembranças, costumes e outras tradições que nos causam dor. Somente quando nos livramos do peso do passado é que podemos aproveitar o resultado valioso que uma auto-renovação sempre traz.

Autor: Compilado - Diversos Autores

domingo, 18 de abril de 2010

ACEITE A ORIENTAÇÃO DO SENHOR

caminhos-300x203

Quando alguma coisa te for dificultosa em juízo, entre sangue e sangue, entre demanda e demanda, entre ferida e ferida, em negócios de pendências nas tuas portas, então, te levantarás e subirás ao lugar que escolher o SENHOR, teu Deus (Deuteronômio 17.8).

Andar com Deus é caminhar confiando nEle. Nunca devemos achar que a direção do Altíssimo é fraca e sem importância, pois Ele é perfeito, e perfeitas são todas as Suas obras.

Não há problema para o qual o Senhor não dê solução ou nos aponte a saída. É impossível andar com Deus se não houver confiança total nEle. Quando O buscamos para a resolução de algum caso, a cura de um mal ou a direção necessária, devemos confiar no fato de que, em seguida, Ele já está respondendo à nossa oração.

Comete um erro a pessoa que se considera sábia aos próprios olhos. Muitos oram pedindo ajuda e, ao ouvirem a pregação da Palavra ou ler a Bíblia, recebem em seu coração certa direção, a qual, muitas vezes, parece que não está de acordo com o que foi pedido. Então, decidem descartar a revelação que receberam, pois “perceberam” que não era aquilo que precisavam ouvir. Já escutamos histórias bonitas a respeito de pessoas que resolveram pesquisar coisas simples e descobriram a cura para muitas doenças. Achar que a orientação recebida não tem a ver com o pedido é considerar-se mais sábio do que o Senhor.

Não há instrumento que o homem finito possa criar para medir a capacidade de Deus, pois Seu poder ultrapassa qualquer aferição (Salmo 147.5). Prova disso é que bastou Moisés lançar um lenho nas águas amargas para que, por um milagre divino, elas se tornassem potáveis (Êxodo 15.23-25).

Se, conforme esse servo dos tempos bíblicos, também nos dirigirmos ao Altíssimo e pedirmos Sua orientação, podemos estar certos de que ela virá, pois Ele responde ao clamor do Seu povo (Salmo 18.6). A direção recebida deve ser aceita e investigada. Ao meditar no que Ele nos fala, virá o entendimento que trará a solução ou indicará o caminho a tomar.

O Senhor responde a toda oração feita com fé em Nome de Jesus. Então, a saída é crer. Como lemos no versículo inicial desta mensagem, o povo de Deus, quando se encontrava em um sério problema – que exigisse uma resposta complicada para o homem –, era orientado a subir ao local que o Altíssimo escolhesse. Ainda hoje, essa instrução deve ser seguida. Não fique longe de Deus. Ore, busque e sirva ao Senhor, mas creia no que Ele revela. Agindo assim, você irá servir-se de bênçãos (Hebreus 11.6).

Por Missionário R.R Soares

terça-feira, 13 de abril de 2010

A geração de Benjamim.

Texto: Gn 35:16-18.

Capa_Frente_Benjamin

Introdução: A geração de Benjamim é uma geração abençoada por Deus, veremos porque devemos ser dessa geração:

1- A geração de Benjamim é a geração da felicidade. Benoni era o nome dado por sua mãe e significava “filho da minha dor”, Benjamim iria ser chamado com essa simbologia, mas seu pai entrou e mudou seu significado para “filho da felicidade” que é o que quer dizer o nome de Benjamim. Antes tínhamos um nome, um apelido ou um significado no mundo, mas Deus mudou esse nome para Benjamim.

2- Benjamim não nasceu na época da escravidão, mas nasceu na época da prosperidade. Nascemos de Deus e temos o mesmo DNA divino isso quer dizer que se Deus é rico e nascemos dele então também somos ricos ou pode alguém ser pobre sendo filho legitimo de um pai rico.

3- A geração de Benjamim alcançou cinco vezes mais. Gn 45:21-22 43:33-34. O numero cinco na Bíblia simboliza a graça de Deus, o numero de livros do Pentateuco eram cinco, cinco foram o numero de pães da multiplicação, cinco foram o numero de chagas em Jesus. Isso mostra que esta geração esta debaixo da graça de Deus.

4- A geração de Benjamim é protegida pelo Pai. Benjamim foi protegido pelo Pai assim como nós temos promessas de proteção do Senhor contra os inimigos. Gn 42:1-4.

5- A geração de Benjamim é guerreira e vitoriosa. Gn 49:27. Jacó quando olhava para Benjamim não o via como o menor ou o coitado, mas como guerreiro e valente.

6- A vida do apostolo Paulo veio da linhagem de Benjamim. Fp 3:4. A linhagem do homem que mais mudou o mundo depois de Cristo veio desta geração, abençoada, cheia da graça, prospera e tudo mais.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

A incredulidade de Tomé

tome3

Objetivo: Combater a incredulidade e despertar a fé genuína.

1- Tomé era pessimista e medroso. Jo 11:14-16. Tomé estava com medo da morte e pronunciou isto, declarando o seu medo. Para o pessimista basta que alguém já esteja passando pelo mal que ele acha que também vai passar, quantos de nos declaramos a derrota antes mesmo de prosseguir ate o fim. Quantos de nos deixa de fazer algo por causa de um pessimismo. Hebreus diz que sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11:6) e Josué e Calebe só conquistaram a terra prometida porque confiaram em Deus, pois se olharmos para Deus teremos coragem de prosseguir.

2- Tome não tinha direção. Jo 14:4-6. A pergunta de Tome foi indevida por que bastava seguir o Mestre que ele mostraria o caminho. Jesus já tinha dito que ele iria ao Pai fazer-lhes morada em Jo 14:1-2, mas Tome ainda duvidava de sua salvação e do caminho mostrado, é assim com todo o que duvida e tem medo, ele não tem direção para si, nem para os outros, mas Jesus disse : Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.

3- Tome duvidava até o fim. Jo 20:24-25. Quando Jesus apareceu aos discípulos, Tomé era o único que não estava no local, assim é o incrédulo ele nunca esta no local espiritual e sim no natural, ele prefere trocar um culto por um jogo de futebol, ou um programa de televisão ou ate mesmo por um cochilo, e quando os crentes contam a ele as maravilhas de Deus ele duvida.

4- Tome não é bem-aventurado. Jo 20:26-29. Quem acredita mesmo sem ver a circunstancia positiva é beneficiado e bem-aventurado, pois não viu e creu. Temos a triste mania de querer que Deus faça primeiro para depois crermos e é o contrario que dá certo, primeiro cremos depois Deus age.

Por: Ev Rodrigo

 

segunda-feira, 29 de março de 2010

A DOR LEVOU JAIRO A JESUS

jairo 

E eis que chegou um dos principais da sinagoga, por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés (Marcos 5.22).
Todas as pessoas sabem que precisam de Deus. Muitas, no entanto, não admitem essa dependência por vários fatores, e o pior é que amam mais as trevas do que a Luz. A dor fez Jairo, um dos principais da sinagoga, ir à procura de Jesus. A despeito de ser uma autoridade religiosa, percorreu o caminho em direção ao Senhor, viu-O, prostrou-se aos Seus pés e orou. Então, obteve aquilo de que precisava. Hoje, as mais diversas dores fazem muitos reconhecerem que, sem o Mestre da Galiléia, eles estão perdidos.
Há dentro do homem um sentimento de que algo lhe falta. Esse vazio surgiu quando o primeiro deles pecou e foi expulso da presença divina (Gênesis 3.22-24). Por isso, um indivíduo pode ser rico, famoso, investido de autoridade, ter uma boa família e um cônjuge maravilhoso, mas, mesmo assim, ser frustrado. Só quem tem um verdadeiro encontro com o Senhor Jesus realiza-se verdadeiramente.
Aquele que entra em contato com a Palavra de Deus, pela leitura ou pela pregação, sabe que Ela é a Verdade. Contudo, por estar trilhando caminhos tortuosos, vivendo no pecado, ele deixa para se acertar depois. É incrível, mas há quem ame mais as trevas do que a Luz! A porta larga – com seus apetites carnais, suas ofertas de conforto, prazer e enganos – ilude a maioria das pessoas (Mateus 7.13).
Alguns, quando a dor chega, lembram-se de Deus e O buscam. Ao fazê-lo, são bem recebidos e conseguem resposta para aquilo de que necessitam. Assim aconteceu com Jairo, um homem de posses, que, ao ver a sua unigênita, de 12 anos, sendo tragada pela morte, teve os olhos abertos e decidiu procurar Aquele que, realmente, é a Solução para todos os problemas – o Senhor Jesus.
Em nossos dias, temos visto o mesmo acontecer com milhões de pessoas, as quais, diante de uma doença incurável, um problema insolúvel ou uma ameaça real, têm procurado Jesus, e, graças a Deus, todas elas são recebidas e atendidas!
O caminho para a solução dos seus problemas é este: encontrar o Senhor Jesus, que está na Palavra Deus. É preciso ir à igreja, ouvir a pregação, dar atenção ao que o Altíssimo fala ao seu coração, arrepender-se e abandonar as iniquidades.
Depois de ir à presença do Senhor, é necessário vê-lO. Mas, enquanto os “olhos” do seu coração não forem abertos, você não O verá (Jeremias 29.13). A seguir, prostre-se aos pés do Senhor, renda-se a Ele e ore – abra o seu coração, pois, agindo assim, você também será atendido e obterá a resposta desejada.

Por:Missionário R.R Soares

terça-feira, 23 de março de 2010

Julgamento dos Nardoni

20100322080112

E começado julgamento da familia Nardoni um Crime que abalou o mundo muito se tem dito sobre esse assunto tem aqueles que condenam tem aqueles que os absorvem e Deus o que será que Ele pensa sobre isso não estou aqui para condena-lo ou absorve-lo mas para mostrar o que Jesus nos disse a respeito do que fazer quando um pessoa nos fere,nos agride,ou ate mesmo gere extremo ódio pois se trata da vida de uma criança que teve sua vida arranca de suas mão,volto a dizer não estou aqui para julga-los ma para mostrar o que Jesus nos orientar a fazer mendiante tais circunstancias.

Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: “Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?”

Jesus respondeu: “Eu lhe digo: Não até sete, mas até setenta vezes sete

“Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos.

Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia uma enorme quantidade de pratae Como não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua mulher, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida.

“O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo’. O senhor

“Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários

Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Pague-me o que me deve!’

“Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: ‘Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei’.

“Mas ele não quis. Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.

Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar ao seu senhor tudo o que havia acontecido.

“Então o senhor chamou o servo e disse: ‘Servo mau, cancelei toda a sua  dívida porque você me implorou.

Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?’ Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia.

“Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão”.Mt18:21-35

Somente Jesus pode nos levarao perdão genuino aceite Jesus hojee tenha certeza da salvação, e tenhar uma vida de amor e perdão ao proximo

Por Luis Cláudio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More